Resumo do 4º Episódio de “Meu Amor”

Adelaide lê a carta de Januário e percebe toda a agitação de Caetano.Relembra-lhe, no entanto, que já tem uma filha, o que o deixa furioso. Caetano recorda um caso que teve há muitos anos, depois de ter enviuvado, com uma camponesa linda que ceifava trigo na herdade de Armando. Ao saber que ela tinha ficado grávida voltou ao Alentejo mas por mais que procurasse não a encontrou nem à criança. Afinal Januário tinha-a criado como se fosse sua… Caetano está decidido a encontrá-la e sabe quem o pode ajudar.

No cemitério, Mel, perante a acusação de Patrícia, diz que não tem culpa do que aconteceu. Patrícia quer Mel e Clara afastadas da campa de Bernardo e ameaça-as com a guarda. A conversa é interrompida pois Caetano telefona a Patrícia e pergunta-lhe se viu as filhas de Januário. Patrícia diz que não mas fica intrigada. Caetano diz-lhe que são assuntos pessoais mas que, caso ela as encontre, não as deverá largar nem por um minuto, uma vez que ele está a ir para o Alentejo. Patrícia diz-lhe que já é tarde e pode demorar a encontrá-las e Caetano decide só ir no dia seguinte. Adelaide ouve a conversa ao telemóvel e diz a Caetano que não confia na nora dele e pede-lhe para não lhe dizer a razão porque quer encontrar as duas raparigas. Caetano fica pensativo.

No cemitério, junto à campa do pai, Clara fica apreensiva com o olhar que Patrícia lhes deita.

No atelier, ao desenhar, Helena relembra a situação vivida com Quim. Fica incomodada e não se consegue concentrar.

Horácio conversa com Cláudio acerca das dificuldades da vida e das rendas das casas. Horácio não quer que ninguém saiba que é dono de quase todas as casas da praceta. Cláudio pede-lhe que baixe a renda desse mês à D. Lurdes devido às despesas que tem tido com Camila, o que deixa Horácio furioso.

Na sala de espera do hospital Quim e Leonardo enfrentam-se e acusam-se mutuamente. Quim agride o irmão com violência. Lurdes fala com Quim e insiste que este peça desculpas a Leonardo.

Mel e Clara estão junto à campa do pai. A dona do café tenta consolá-las da perda mas Mel não consegue tirar os olhos do caixão de Bernardo que está a ser colocado no jazigo da família.Depois da cerimónia, Patrícia caminha na direcção das irmãs e pede-lhes desculpa pelo que lhes disse anteriomente.

Leonardo fala com o médico para saber a extensão das lesões de Camila e diz à mãe que a irmã vai ter de fazer algumas operações plásticas.

Patrícia autoriza Mel a despedir-se e a ficar junto da campa de Bernardo o tempo que quiser. Como forma de arrependimento, convida-as para passarem essa noite na herdade, prometendo no dia seguinte lhes dará boleia para Lisboa. Clara está desconfiada e tenta perceber o que Patrícia pretende.

Fernanda pede a Elisa para ficar com Miguel, de modo a que possa preparar um jantar romântico com Alberto. Entretando Valentim, diz que é dia de festa na agência de modelos pelo que também vai sair.

Alberto e Patrícia olham-se intensamente e ele desculpa-se por ter chegado atrasado.

Mel chora junto ao jazigo de Bernardo e relembra o seu sorriso e as suas palavras. Patrícia chega ao cemitério e fica surpreendida por não encontrar as duas irmãs.

Já na vila, Patrícia fala com a dona do café e diz-lhes que anda à procura das raparigas para lhes entregar dinheiro que o seu pai devia a Januário. Entrega um cartão com o contacto para ser avisada mal elas cheguem. Já sozinha, a dona do café fica pensativa a olhar para o cartão.

Entretanto Mel e Clara não sabem o que fazer. Tudo o que têm está nas duas malas guardadas no café mas não sabem o que esperar da dona do estabelecimento.

Patrícia convida Aberto para ir atrás dela pois quer que ele conheça um sítio. Patrícia e Alberto observam o pôr-do-sol do alto de uma falésia e recordam o tempo em que foram namorados, as diferenças de que cada um e a atracção que ainda sentem um pelo outro. Quando estão quase a beijar-se toca o telemóvel de Alberto. É Fernanda. Pergunta-lhe se ainda se demora muito. Alberto diz-lhe que está numa reunião e ainda vai demorar. Troca um olhar longo com Patrícia e volta para Lisboa.

Quim diz a Lurdes que as operações são muito caras e que não podem esperar pela indemnização da companhia aérea, pelo que vai tentar acelerar as coisas. Quim vai a casa de Helena que fica surpreendida com a sua presença.